Duas lesões muito comuns para os esportistas são as do cruzado posterior e do anterior, normalmente ligadas a traumas de alta gravidade.

No futebol o trauma ocorre com o pé fixo ao solo, ou preso à perna do adversário, ocorrendo rotação anormal interna ou externa do fêmur em relação à tíbia.

Pelo fato desta estrutura não cicatrizar, é de comum acordo entre a maioria dos cirurgiões de joelho no mundo de que tanto uma lesão total quanto parcial em pacientes ativos e que tenham queixas de falseio, que o indivíduo deve ser submetido a cirurgia de reconstrução para que possa restabelecer a estabilidade e função.

Seguem aqui 6 dicas para pessoas que sofreram a lesão:

1 – Procure profissional especializado em joelhos.

2 – Uma boa comunicação entre profissionais (médicos e fisioterapeutas) é  essencial para uma boa reabilitação.

3 – Veja a possibilidade de realizar fisioterapia pré-operatória. Ela mantém a musculatura trófica, melhora a dor e assegura um arco de movimento normal do joelho.

4 – Não tenha pressa para reabilitar-se. A recuperação leva seis meses, em média, e o retorno pleno ao esporte deve ser gradual.

5 – Uma boa fisioterapia é sempre bem complementada pelo trabalho de hidroterapia na piscina, por exemplo.

6 – No terceiro e sexto mês faça uma avaliação isocinética para se avaliar força, potência e resistência da musculatura e auxiliar no trabalho de grupos musculares que, por ventura, estejam fracos e desequilibrados.

You might also like

Dor atrás dos joelhos – Cãibra
Read more
Cisto de Baker – Saiba o que é e como tratar
Read more
Corre e tem dor na lateral do joelho? Saiba o que é a SABI
Read more
Esportes para praticar na praia
Read more
Série “Alongamentos” – Lunge
Read more

0 comentários

Responder