Faz parte do processo natural de envelhecimento do corpo o desgaste da musculatura, articulações, tecidos e órgãos. E com isso, surgem as tão faladas dores na terceira idade.

Apesar de serem comuns, dores não podem ser ignoradas, e tanto as causas, quanto tratamentos devem ser buscados junto ao médico geriatra, assim como também devem ser discutidas ações de prevenção. Dessa forma são encontradas soluções para melhora na qualidade de vida do idoso.

Veja quais são as queixas mais comuns nessa fase:

Osteoartrose: também conhecida como artrose ou osteoartrite, é caracterizada por um processo natural de deterioração lenta e progressiva da cartilagem articular que recobre as extremidades ósseas e amortecem os impactos no joelho, quadril e ombros. A doença atinge principalmente pessoas acima de 55 anos e as mulheres são afetadas mais cedo, devido às alterações hormonais próprias do envelhecimento feminino. Os sintomas são dores e a sensação de rigidez. Algumas ações de prevenção podem ser discutidas com médicos especialistas e o tratamento é feito com exercícios, fisioterapia, anti-inflamatórios e analgésicos.

Artrite: quando ocorre uma inflamação das articulações, que causa dor e rigidez. Também atinge predominantemente o sexo feminino. Além da idade, é preciso estar atento ao excesso de peso, traumas e até mesmo genéticos. O tratamento varia de acordo com a causa da artrite e consiste no uso de medicamentos prescritos pelo médico para aliviar as dores no idoso.

Problemas de coluna: as pessoas idosas apresentam alterações fisiológicas como a diminuição da massa óssea, que geralmente leva à osteoporose, e traz com ela os problemas de coluna. O tratamento deve sempre ser indicado por um profissional especializado. Mas vale a pena investir nas boas práticas de postura, atividades físicas regulares e controle do peso corporal.

Doença Vascular Periférica: os vasos sanguíneos também sofrem modificações por degeneração natural ou derivada de fatores externos. As paredes das artérias engrossam e acumulam calcificações, tornando-se rígidas. Isso altera o fluxo sanguíneo, o que pode causar dor, especialmente nas pernas. Esse quadro também pode levar a outras doenças, como hipertensão arterial.

You might also like

Dor no ombro: saiba como tratar
Read more
Treinar no inverno faz algum mal?
Read more
Como amenizar a perda de colágeno
Read more
Série “Filmes inspiradores“
Read more

0 comentários

Responder