04_Colágeno-e-Flexibilidade_capa.png

Ao chegar em idades mais avançadas, o corpo passa por mudanças hormonais e metabólicas. Quando sedentárias, pessoas com mais de 40 anos chegam a perder entre 3% a 5% da sua massa muscular a cada 10 anos. É por isso que, nessa fase, a nutrição e as atividades físicas passam a ter uma importância ainda maior. Mas será que existe algo que possa ser feito para reduzir o efeito dessas mudanças, ou até mesmo evitá-las?

Um dos tipos de exercícios recomendados é o HIIT (do inglês, para treinos intervalados de alta intensidade). Nesse tipo de treino, é possível estimularmos o desenvolvimento dos músculos, aumentando o metabolismo e controlando o peso de forma saudável. Esse tipo de treino pode ser feito com base em exercícios funcionais, que imitam os movimentos de nosso dia-a-dia e ajudam muitas vezes em tudo o que fazemos diariamente.

Apesar dos especialistas sugerirem o treino com pesos, deve-se atentar para que os limites do corpo não sejam ultrapassados, tanto em termos de intensidade quanto de repetições. Atividades de alto impacto também devem ser evitadas. O fortalecimento do corpo é essencial para o aumento do metabolismo, e para a prevenção da osteoporose, mas deve ser obtido sem prejudicar as demais articulações do corpo.

0 comentários

Responder