Colágeno

O uso de suplementos alimentares é cercado de mitos. Seu consumo deve seguir sempre orientação médica, e quando usados da forma correta, os suplementos apresentam inúmeros benefícios à saúde.

Uma pesquisa realizada pelo Concil for Responsible Nutrition (CRN) dos Estados Unidos, indicou que a principal razão para o consumo dos suplementos é busca pela melhora da saúde e bem-estar. Contudo, poucas pessoas sabem a forma certa de usá-los.

Também é comum o uso dos suplementos por pessoas que praticam atividades físicas como forma de auxiliar o caminho até seus objetivos. E este consumo tem crescido cada vez mais: em 2015, o crescimento do setor ultrapassou os 12% em relação ao ano anterior.

Os benefícios vão desde a reposição de nutrientes, coadjuvante em tratamentos de patologias, estética, emagrecimento e a otimização de resultados em atividades físicas.

Confira alguns mitos e verdades difundidos sobre suplementação:

Suplemento engorda – MITO

Existe uma grande variedade de suplementos alimentares, todos voltados a algum objetivo. Porém, a auto suplementação, com escolhas inadequadas pode resultar prejuízos à saúde.

Pode ser usado por qualquer pessoa – MITO

Antes de usar qualquer suplementação, a pessoa precisa passar por uma avaliação nutricional para a utilização correta, eficiente e sem danos à saúde.

Precisa ser consumido na hora certa e da forma certa – VERDADE

Cada suplemento tem uma características, função, tipo e tempo de absorção, mecanismo de ação, interações entre outros. Sendo assim, muitos suplementos necessitam ser consumidos em horários específicos.

Pode substituir refeições – MITO

O suplemento tem o objetivo de suprir uma necessidade seja ela de macro ou micronutrientes, mas nunca substituir a alimentação.

Suplemento é composto por vitaminas e outros nutrientes – VERDADE

Eles fornecem nutrientes como vitaminas, minerais, aminoácidos, fibras, proteínas, ácidos graxos e carboidratos que, muitas vezes, não conseguimos obter em quantidade suficiente por meio da alimentação.

A medicina tem feito grandes avanços na compreensão da biologia e da cicatrização do tecido cartilaginoso. Junto a isso, vem surgindo um grande arsenal terapêutico, envolvendo desde a fisioterapia e fortalecimento muscular, infiltrações e procedimentos cirúrgicos para o tratamento das lesões cartilaginosas e da artrose do joelho.

A maioria dos nutrientes que consumimos são obtidos dos alimentos presentes em nosso dia-a-dia. Porém, em casos de deficiência, podem ser necessárias suplementações nutricionais, quando essas substâncias são obtidas em maior concentração através de produtos encontrados no mercado. Mas você sabe como eles são produzidos?