Saúde

Uma lesão muito comum aos praticantes de corrida é a condromalacia patelar, que faz parte da lista de doenças de sobrecarga do joelho causadas por movimentos cíclicos repetitivos. Ela consiste em um amolecimento da cartilagem, que pode evoluir para sua total destruição.

Isso ocorre porque a cartilagem articular possui potencial de cicatrização muito limitado, já que possui pouquíssimas células e não possui vasos sanguíneos e terminações nervosas.

E, geral, solução para essa lesão é o fortalecimento da musculatura da coxa e do quadril. Porém, para aquelas pessoas em que o tratamento surte os resultados esperados, mas, ainda assim, o tratamento cirúrgico ainda não se enquadra, há a opção de realizar uma infiltração com ácido hialurônico, conhecida no meio médico como viscossuplementação.

O procedimento é feito em consultório por um médico especialista em joelho. É importante ter em mente que, em se tratando de condromalacia, trata-se de uma ferramenta para alívio da dor e melhora da função, servindo apenas para “acelerar” o processo de reabilitação.

Existem diversas marcas e concentrações do produto por centímetro cúbico. A indicação dependerá sempre da experiência do médico e do tempo em que se espera a ação do produto.

Uma disfunção da cartilagem do joelho pode se tornar um pesadelo para os atletas: é a condromalacia patelar, um amolecimento da cartilagem da região que pode evoluir até sua destruição e lesão dos ossos do joelho.

Comum em corredores, ciclistas, jogadores de futebol e tênis, a lesão começa com uma fragilidade desta cartilagem, que pode evoluir para sua total destruição. Sua gravidade se dá porque a cartilagem articular lesada tem potencial de cicatrização muito limitado, já que é um tecido que não possui terminações nervosas que propiciem sua reparação.

Nesses casos são indicados tratamento, e caso não se obtenha o resultado esperado, há recomendação de cirurgia, realizada por via artroscópica.

O período pós-operatório envolve uma extensa reabilitação, pois, além de “agressão” da artroscopia, existe um mau funcionamento muscular que envolve toda a cadeia cinética desde o quadril – principalmente do glúteo médio, quadríceps, isquiotibiais e panturrilha.

A reabilitação envolve recursos analgésicos da fisioterapia, ativação muscular, muitas vezes com correntes elétricas, seguido do fortalecimento muscular, realizado em academia de ginástica sob a supervisão do fisioterapeuta ou de um educador físico experiente.

Mulheres que passaram ou estão passando por um tratamento oncológico nas mamas, conhecem a dificuldade e a importância de terem uma rotina saudável. A atividade física ou esportiva é uma das melhores ferramentas para o bem-estar emocional e físico das mulheres que estão em tratamento cirúrgico ou quimioterápico.

Começar o dia alongando é uma das formas de começar o dia bem! Quando nos alongamos logo no início da manhã preparamos a nossa musculatura para receber os estímulos do dia a dia, nos deixando mais preparados e mais bem dispostos para trabalhar, estudar ou seguir a nossa rotina diária. Ele também permite despertar melhor, aumentando sua produtividade no período da manhã, ajudando a combater os sintomas do sono.

Engana-se quem pensa que é no exato momento da atividade física que o corpo se desenvolve. Na realidade, nesse instante o organismo está apenas lutando para permanecer em equilíbrio. Por isso, os exercícios devem acontecer de maneira gradativa, respeitando os intervalos de descanso, para que o corpo se transforme de forma construtiva e positiva.