Quando começa-se a fazer um exercício físico ao qual não estamos acostumados, o mais correto é buscar o aconselhamento médico para uma avaliação da saúde. Muitas vezes, a orientação é muito importante, como atentar à saúde articular (ao evitarmos a sobrecarga e a fadiga excessiva) e atentar ao coração (caso seja diagnosticado alguma dificuldade cardíaca), entre outros.

Ainda, se possível, o exercício físico deve ser orientado e supervisionado por um profissional da área, como um educador físico. Ele poderá ensinar e ajudar ao novo atleta a obter os melhores resultados possíveis, e evitar ao máximo lesões. Caso isso não seja possível, deve-se buscar sempre começar os treinos com cargas mais baixas e repetições menos frequentes, e ir aumentando ambos conforme o corpo for se adaptando aos exercícios físicos.

Por último, a companhia de um amigo ou companheiro durante qualquer treino serve de inspiração para a prática das atividades físicas. Ele não só pode ajudar a corrigir as posições dos exercícios, como pode também ajudar em qualquer emergência. A presença de alguém querido é sempre algo mais animador!

0 comentários

Responder