Realizar um treinamento para desenvolver e manter a flexibilidade na terceira idade é fundamental. Com o tempo, as articulações são prejudicadas e acabam podendo comprometer o desempenho dos movimentos e te prejudicar até a andar.

Quando falamos de flexibilidade, estamos falando também sobre qualidade de vida! Esse ponto tão importante auxilia no desempenho das tarefas cotidianas e pode determinar a autonomia das pessoas.

Portanto, para manter uma boa flexibilidade, é necessário trabalhar alongamentos, ou seja, um treino que ajuda a manter bons níveis de flexibilidade e a permitir a realização de movimentos cotidianos, com facilidade.

Para isso, essas atividades devem ser realizadas de forma leve, com calma e movimentos constantes e lentos, respeitando todos os limites do corpo. Além disso, deve ser feito em um local arejado, que não tenha piso escorregadio e utilizando roupas leves, que não prendam seus movimentos.

0 comentários

Responder