Estudos mostram que a suplementação de colágeno tipo I e colágeno tipo II tem potencial para melhorar a qualidade de vida de quem sofre com dores nas articulações. Isso porque, em conjunto com vitaminas e minerais, ele pode auxiliar no combate à inflamação e à dor, além de atuar na reconstrução das cartilagens.

O colágeno funciona como um amortecedor que evita o contato e atrito entre os ossos, porém essas propriedades passam a se deteriorar por volta dos 30 anos de idade progressivamente, principalmente na região do joelho e do quadril.

Sua suplementação é indicada aos portadores de artrose, artrite reumatoide e, até mesmo, naqueles sem diagnóstico dessas patologias, mas que sentem dor articular após realizar um treino.

Atletas ou pessoas muito ativas, devido à força e aos impactos suas articulações são submetidas, também estão bastante suscetíveis ao desenvolvimento precoce de artrose. Da mesma forma que pessoas com excesso de peso (ou musculatura fraca) também são alvo, devido à sobrecarga sobre os joelhos.

Estudos têm demonstrado os benefícios do uso de colágeno tipo II não desnaturado, já que ele pode reduzir a secreção de enzimas que atacam as cartilagens. Como consequência, ele auxilia na recomposição da cartilagem, além de desestimular a inflamação.

 

 

 

0 comentários

Responder